A história dos leilões: como tudo começou

A história dos leilões: como tudo começou

História dos leilões

Registro da atividade vem desde 500 a.C., na Babilônia; popularização na internet acontece com criação do eBay, nos Estados Unidos. A história dos leilões é cheia de reviravoltas! 

No último dia 19 de outubro foi comemorado o Dia Nacional do Leiloeiro no Brasil e temos muito o que falar sobre essa profissão. A data foi instituída pela lei 13.692, publicada no ano passado e resultante de um projeto de lei do Senado. A data foi escolhida em alusão à publicação da regulamentação da profissão no país, feita em 19 de outubro de 1932, ainda no governo Getúlio Vargas.

Mas você sabe qual é a origem dos leilões? Como a prática começou e se desenvolveu ao longo da história? Nós contamos tudo para você!

Arremate de pessoas

Os primeiros registros de leilões na história da humanidade remontam os anos 500 a.C., na região da Babilônia. Naquela época, não eram imóveis ou objetos de valor que eram colocados a leilão. A primeira ideia da prática, aliás, seria algo inconcebível nos dias de hoje: infelizmente, as mulheres foram o primeiro tipo de “bem” leiloado.

Mas como assim? Pois é, não dá para conceber uma situação como essa, mas a história está aí para nos mostrar a origens de muitas coisas. Na época, as mulheres da Babilônia antiga eram disputadas pelos homens para o casamento. E como era feita a negociação para saber quem seria o “sortudo” a se casar? Sim, por meio de leilões. “Vencia” quem pagava mais pela mulher.

A prática também foi aplicada à venda de escravos, posteriormente. Aqui, eles eram arrematados em praça pública pelos senhores que davam um valor maior.

Leilões e a História: a queda de um império

Os leilões também foram historicamente importantes na política e foram peça-chave em momentos decisivos da história. Exemplo disso foi a disputa pelo Império Romano. Em 193 d.C., o trono imperial era disputado por dois homens: Flávio Sulpiciano e Marco Juliano. Foi justamente um leilão que definiu quem levaria a melhor nesta batalha.

Nessa “briga”, quem levou a melhor foi Marco Juliano, que venceu pagando 50 mil sestércios – antiga moeda romana. Nessa situação, o valor foi pago a cada membro da guarda pretoriana. Essa história, aliás, pode ser conferida no filme “A queda do Império Romano”, filme lançado e 1964 e dirigido por Anthony Mann.

O surgimento da profissão de leiloeiro

Os leilões, então, foram se popularizando ao redor do mundo e sendo realizados para os mais diversos fins. No entanto, a profissão de leiloeiro ainda demorou a surgir. Foi somente em 1556, na França, que o leilão se profissionaliza. Na época, a profissão foi denominada “meirinho leiloeiro” e era exercida apenas por funcionários públicos. Essas pessoas ficavam responsáveis pela realização dos leilões.

Leilões para fins particulares

Já no século seguinte ao da criação da profissão de leiloeiro, os leilões começam a ser usados como recurso. Na época, o leilão era usado para arrecadar dinheiro para fins particulares. Um exemplo clássico foi o do aclamado pintor holandês Rembrandt. Praticamente, o artista inaugurou a categoria dos leilões particulares.

Mas, apesar de ser considerado por muitos o maior pintor de todos os tempos, Rembrandt sofreu financeiramente. Desesperado, o pintor chegou a abrir falência e utilizou do leilão para arrecadar fundos. Mais tarde, suas obras foram vendidas no conhecido “leilão de recuperação”, em 1956.

Primeira casa de leilões no mundo

E, por falar em obras de arte, a primeira casa de leilões do mundo foi justamente especializada em arte. No ano de 1744, é inaugurada na Inglaterra a Sotheby’s, que já estreou com um lote milionário. A empresa levou a arremate a biblioteca de Sir John Stanley, lorde tenente da Irlanda e rei titular de Mann. No entanto, mais de 200 anos depois, a casa londrina continua sendo referência mundial em leilões de luxo.

A História dos Leilões no Brasil

Já no Brasil, há registros de leilões desde 1808. Entretanto, a profissão de leiloeiro só foi regulamentada no país na era Getúlio Vargas, no ano de 1932. Com certeza, essa ocasião marcou a história dos leilões no Brasil.

A História dos Leilões online

Popularizadas ao redor do mundo, as casas de leilões continuaram a crescer ano após ano. Apesar disso, a grande revolução acontece quando os leilões deixam de ser presenciais e passam a existir online. Assim, em 1995, surge o primeiro site de leilões online, o eBay. Até hoje, ele é o maior site do mundo para a venda e compra de bens, onde qualquer pessoa pode negociar qualquer coisa.

Summary
A história dos leilões: como tudo começou
Article Name
A história dos leilões: como tudo começou
Description
Registro da atividade vem desde 500 a.C., popularização na internet acontece com criação do eBay. A história dos leilões é cheia de reviravoltas, confira! 
Author
Publisher Name
e-Confiança Leilões
Publisher Logo
Redaçao

Os comentários estão fechados.